Contos Para Velhos

Contos Para Velhos

Olavo Bilac

Em ‘Contos para velhos’, temos o Príncipe dos Poetas, o parnasiano criador de rimas perfeitas, tateando, farejando no espaço ficcional do conto, lembrando coisas cotidianas (óculos, cães, costuras, pecado, anjos, anéis, vaso, etc.) querendo produzir um livro atraente e agradável aos leitores. O poeta saiu-se bem, isto é, ‘estruturou’ um livro interessante com doze contos e cinco poesias de humor aproveitando-se de fatos do cotidiano e dos espaços ficcionais mínimos oferecidos por esta interessante manifestação literária, ou seja, o conto. 

Download

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *